quarta-feira, 23 de maio de 2012

Cade o Carrasco?


Começamos o jogo bem e estávamos dominando o meio campo. Quando não dávamos chutões pra frente e tocávamos a bola as jogadas saiam e quando entravamos na área faltava atacante la dentro. Foram poucas chances num jogo truncado, mas quando tivemos oportunidades não fizemos, sustos tomamos poucos la atrás.

Mas quem tem um time baseado no Guerrón corre este risco, ou ele decide como fez com o Criciúma ou ele afunda o time como fez na disputa da vaga da Libertadores em 2010, como ele não conseguiu jogar nas partidas finais que derrubaram a gente pra série B ano passado e como fez em vários Atletibas decisivos, ou seja, não ganhou nada e sempre desaparece nas decisões. Sem dizer que este ano mais se ouviu falar que ele quer sair do CAP do que das boas atuações dele.

Assim com este Guerrón em campo perdemos a identidade que tínhamos antes dele entrar neste time. Carrasco chegou e surpreendeu todo mundo com um ataque rápido que tocava a bola, criava jogadas e marcava ainda. Carrasco até trocava as peças e o time continuava com a mesma pegada, com um ataque muito forte.

Com a entrada do Guerrón no time Carrasco foi mudando isso até que hoje resolveu apostar todas as fichas nele, mesmo ele sem condições físicas ideais. Se a força do time dele era jogar com dois atacantes abertos porque nestas últimas partidas ele abdicou disso. Guerrón tem que ser uma arma dentro do time, e não a única solução para o time.

No segundo tempo fomos totalmente dominados. Guerrón saiu e a entrada do Edgar não mudou nada e até piorou, porque antes no chutão tínhamos a esperança do Guerrón decidir, depois disso vimos que não tínhamos jogada nenhuma com o Liguera totalmente sumido dentro de campo. E assim o Porco foi crescendo e acabou fazendo os gols em lances de mérito do seu ataque e não falhas nossas.

Sinto pelo Carrasco estar se “abrasileirando”, queria que ele continuasse com aquele time pra frente e que pressionava o tempo todo, a maioria pedia as mudanças e agora que ele mudou não esta bom de novo, não entendo o que querem.

Não compactuo com este drama todo que meia dúzia faz por ai, de que esta tudo uma droga e nada serve. O time já mostrou bem mais do que fez hoje, fez muitos jogos decisivos seguidos, com vários desfalques por contusão, e sem estádio. Mas alguns ainda querem culpar um ou outro apenas.

Carrasco nos devolveu a alegria de ver um bom futebol, de sair de casa e jogar de igual pra igual com qualquer um, de procurar o gol sempre, mas mudou no meio do caminho, espero que veja que sem este diferencial somos um time como outro qualquer e nos falta algo para sermos diferentes. Quero ver aquele Carrasco do começo do ano de volta.

Abraços

Um comentário:

  1. Eduardo Della Bianca24 de maio de 2012 13:04

    Concordo plenamente. Entrou com um time sólido e bem postado. Tinha tudo para ter colocado o 3o atacante a partir dos 15 min do 2o tempo e partir pro tudo ou nada. Não entendi as substituições.

    ResponderExcluir